Alinhando os Tempos com Análise Técnica

Professor Metafix 4

Charles Dow deixou uma mensagem muito importante para quem opera no mercado financeiro com a famosa frase – “the trend is your friend.” E, sem medo de contrariar o grande mestre, eu diria que se a tendência é nossa amiga, ela deve ser em todos os tempos gráficos! É nisto que consiste meu método de operação, o alinhamento automático, na qual aproveito este para detalhar um pouco mais este método.

Compartilhe

Alinhando os Tempos com Análise Técnica

Charles Dow deixou uma mensagem muito importante para quem opera no mercado financeiro com a famosa frase — “the trend is your friend.” E, sem medo de contrariar o grande mestre, eu diria que se a tendência é nossa amiga, ela deve ser em todos os tempos gráficos! É nisto que consiste meu método de operação com Análise Técnica, o alinhamento automático. De vez em quando tento acrescentar um pedacinho dele para alertar meus leitores e companheiros de especulação sobre a importância da tendência. Entretanto, nunca mostrei por completo essa metodologia por falta de espaço.

Vou esboçar o essencial dela nesta resenha e espero que seja suficiente para os bons entendedores. Posteriormente, voltarei com adendos e ilustrações sobre ativos específicos. Faço sem constrangimento ou hesitação. Não me acanho em dizer que ainda não encontrei nada melhor para se operar. “Obediência à tendência e o alinhamento automático dos tempos gráficos são indispensáveis ao sucesso” Obediência à tendência e o alinhamento automático dos tempos gráficos são indispensáveis ao sucesso. O alinhamento elimina as dúvidas quanto a direção dos preços pois respeita todos os movimentos como se cada um fosse um amigo que encerrasse uma tendência própria. Indubitavelmente, o alinhamento dos tempos gráficos, contribui significadamente para eliminar o medo de errar. Apesar disso, continuo lembrando os colegas de que não existe nada certo; trabalhamos com probabilidades, mas seria loucura ignorar a força dos números para se guiar por desejos avarentos ou emoções pueris.

O alinhamento automático reconhece a importância da tendência e mostra que não devemos contrariar a direção dos preços, independente do tamanho do movimento, sob pena de sofrer consequências negativas e desagradáveis. Infelizmente, muitos erram porque esquecem de verificar como os preços se comportam nos diferentes períodos disponíveis nas plataformas de trabalho. Isto é, ignoram que um movimento de alta no gráfico de uma hora pode representar apenas um recuo insignificante numa tendência maior e, por isso, não se deve entrar comprando, nem que a intenção seja a de fazer uma ligeira realização. Alertei no último artigo que uma retração pode se transformar numa mudança de tendência e destruir uma jogada repleta de esperança.

Frequentemente, até operadores experientes, esquecendo-se de verificar se os movimentos estão alinhados ou andando na mesma direção, entram comprando porque se guiam apenas por algum tempo menor e ai gastam o precioso fluído da adrenalina em convulsivos stops loss. O resultado é uma decepção amarga no dia seguinte com a mudança de posição que destruiu aquele sonho de bons lucros!

As aparências enganam e uma retração curta não força o mercado mudar de direção, mas provoca retiradas intempestivas até de boas jogadas “As aparências enganam e uma retração curta não força o mercado mudar de direção, mas provoca retiradas intempestivas até de boas jogadas” . Infelizmente, o operador nota os preços se movimentando numa direção e esquece, sob o calor da emoção, de que se trata apenas de um movimento passageiro dentro de uma tendência mais duradoura. É importante ter paciência para não errar. Deve-se verificar com cuidado se os tempos estão alinhados, isto é, se estão se movimentando na mesma direção. Quando estão convergindo, as ondas menores não contrariam as maiores. Operar nessa congruência dá lucro “certo” e muita tranquilidade ao operador. Quem alinha os preços de uma hora ou de períodos menores com a tendência maior não tem porque se preocupar com os reveses passageiros nos preços de mercado.

Aconselho os colegas a praticarem esse exercício; antes de entrar numa operação, verifiquem se os períodos “Operar nessa congruência dá lucro “certo” e muita tranquilidade ao operador.” estão alinhados. Operando quando os preços estão subindo em períodos de um dia, observando ao mesmo tempo os intervalos de uma hora e outros tempos menores alcançamos o nirvana! Por outro lado, se os preços sobem em intervalos diários mas caiem em tempos menores, o operador deve esperar até que o período menor volte a crescer também. Este alinhamento faz sentido e é fundamental para sucesso e para a tranquilidade de quem investe!

No último artigo, tentei mostrar 4 coisas; primeiro que a tendência pode ser verificada com ajuda de uma média móvel; segundo, quem define o tempo da tendência é o operador de acordo com o estilo de operação escolhido. Isto é, quem opera esporadicamente para colher frutos no longo prazo, a tendência diária ou a semanal já é de bom tamanho. Terceiro, indiquei também que um recuo grande numa tendência maior pode se transformar numa tendência num período menor. Quarto, adverti para confiar e utilizar um indicador para ajudar identificar o começo e o fim dos movimentos de alta e baixa.

Portanto, para aqueles que operam nos chamados swings ou períodos curtos de alguns dias, a combinação de períodos de um dia e de uma hora é excelente. Neste caso, não faz tanta diferença se o gráfico semanal mostre tendência de baixa. Pois, mesmo que a tendência seja de queda, mas a última ou mais semanas mostrem preços movimentando para cima, o efeito equivale a uma tendência de alta quando visto em tempos menores. Para quem opera no curtíssimo prazo, alinhar movimentos de uma hora com movimentos de 15 e 5 minutos podem produzir resultados excelentes independente da direção semanal, mas é óbvio que a jogada é bastante mais segura quando esses períodos forem congruentes com a tendência maior.

Prefiro não acrescentar exemplos e deixar o leitor livre para experimentar com o alinhamento. Se for praticar o day trading, alinhe, pelo menos, períodos de uma hora com 15 e 5 minutos. Neste caso, o operador deve fechar a operação dentro do mesmo dia, a não ser que haja forte indicação de continuidade na tendência maior.

A essência do método é operar alinhando os tempos gráficos. Quem assim o fizer não precisa ficar imaginando se isso, ou aquilo, acontecer. O operador vai aprender a identificar o que pode acontecer e se preparar com antecedência para operar quando acontecer!

Boa sorte!
Professor Metafix

Professor Metafix
Compartilhe

4 comentaram sobre “Alinhando os Tempos com Análise Técnica

  1. Olá Vinícius,
    Muitíssimo obrigado por seu comentário. Me dá mesma forma anos atrás, já somo quase duas décadas, passei pelo mesmo processo e continuo aprendendo.
    Nosso amigo, o Professor Metafix, é uma fonte de inspiração e conhecimento.
    Dê uma busca aqui usando o termo “alinhamento automático” e vai encontrar uma sequência dessas pérolas de nosso grande amigo.

    Fico mto feliz com suas colocações e espero poder ter um bate papo contigo para trocarmos conhecimento.

  2. Adorei seu Artigo!!
    estudo o merca financeiro a 7 anos e desses 7, 5 são operando day trade, estudei e testei tudo que encontrei nesse tempo, a ponto de ficar difícil encontrar material de estudo que eu já não tinha visto ou testado. Foi uma fase na qual me afastei um pouco dos gráficos, ótima fase, consegui diluir tudo que avia absorvido. Foi nesse ponto que decidi a abandonar a procura por conhecimento e aplicar tudo que já tinha aprendido, e começar a criar meu próprio operacional. nesse momento me vi no meio de uma nova visão de mercado, comecei a olhar e utilizar Fibonacci de uma forma diferente, não a ferramenta para mediar amplitude de movimento de preço, e sim a essência do estudo de Fibo, a expansão, comecei a olhar a famosa espiral de Fibonacci em 3D, pelo simples motivo, vivemos em um mundo 2D ou 3D? Foi com essa nova visão da estrutura de Fibonacci que um mundo novo se abriu para mim, comecei a olhar a expansão de Fibo de forma fractal, com expansão temporal e não de amplitude de movimento. Comecei a olhar os tempos gráficos como uma coisa só, um completando o outro, um movimento dentro de outro, sei que Elliott já fala sobre isso, mais a forma que Elliott abordava isso como ondas não ficou claro pra mim, acho ate que não foi só pra mim que não ficou claro né, provavelmente por que na época dele ele não tivesse as mesmas tecnologias que temos hoje. Consigo ver em um tempo gráfico pequeno como o M1 o movimento de 2 gráficos acima, criei uma estrutura em meu operacional que cheguei abrir 54 operações no mesmo dia e errei apenas 1, lembro como se foce hoje, o dia mais feliz da minha vida! Bati foto, postei no isntagram! kkk…
    Hoje depois desse post, muitos me procuram pra aprender, querendo mentoria, me pedindo para criar curso, estou montando um, não sei aonde isso vai me levar mas embarquei..
    ficofeliz de saber que tem pessoas que compartilham do mesmo conhecimento, hoje foi a primeira vez que fiz uma busca na internet sobre o assunto e parei aqui nesse Artigo.
    Não sei também se deveria ter escrito aqui isso,ainda mais, já é a quinta vez que escrevo, sempre que estou estou escrevendo, alguma coisa acontece que apaga tudo que escrevo, parece que não era para eu escrever. Mas como sou persistente assim como fui no mercado para cada linha que escrevo dou um ctrl C, ctrl V e continuo.
    Em fim, um grande abraço!
    Espero um dia poder encontrar com pessoas assim como vocês, que adquiriram esse potencial conhecimento para podermos discutirmos de forma saudável e quem um dia operarmos juntos!

  3. adorei essa explicação, com essas informações poderei aplicar com segurança e realizar bons ativos.
    Parabens professor pela excelente aula.
    Sds.
    Rondinele

  4. Prezado Prof. Antonio Dantas (Metafix),

    Muito bons os seus artigos. Estou lendo-os aos poucos. Parabenizo-o pelos seus conteudos didáticos e bastante úteis. Sugiro que faça uma palestra aqui em Brasilia sobre os mesmos.

    Att. Carlos Bimbato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Próximo Post

Qual o próximo rumo das ações na Bolsa de valores

Muita gente que investe em ações na bolsa de valores tem se perguntado o que fazer no momento, qual o melhor posicionamento?

NULLNULL