Mercado acelera queda com preocupações sobre riscos à economia global

TradingView

Preocupações com crescimento da inflação a nível global, e incertezas sobre a cepa Ômicron fazem o mercado pesar com pessimismo. Bolsas seguem queda desde sexta-feira.

Felipe Fiuza

Está em tendência de baixa, com as médias móveis de 9, 20 e 200 alinhadas e apontadas para baixo.

Podemos observar que o segundo movimento de queda foi menor que o primeiro e caso o último movimento de queda seja menor que o segundo, mostrando enfraquecimento, podemos ficar em alerta para o fim das baixas.

Vemos que o primeiro alvo em 3,22 do Espelhamento de Fibonacci da Perna de Correção 1 já foi atingido e o preço busca o primeiro alvo da Perna 2 em 2,58. O próximo alvo está entre 2,14 e 2, 05 que coincide os segundos alvos das duas pernas de correções. Os alvos mais distantes estão pouco além da mínima histórica em 1,44 e o mais improvável lá em 0,16.

Para um cenário altista, no momento temos como objetivo alcançar as médias mais curtas, o topo em 4,42 e a mm200. Assim que tivermos um Pivot de alta ou a superação de um topo teremos condição de projetar pontos para retomadas de preço. (Mais ideias de Meliuz).

Macd Bollinger

ENGI11 fez um belo fundo no gráfico diário e semanal na região de $39,20, e com direito a um “INSIDE BAR” em ambos os tempos. Para os supersticiosos de plantão, esse tipo de “candle” representa uma guinada contraria a tendência atual, caso haja o rompimento da sua máxima e a não perda de sua mínima, que naquele momento (28 e 26/10) eram de quedas.

No gráfico diário temos os preços trabalhando acima das médias curtas (linhas vermelha e azul), o que demonstra força compradora de momento. Quanto a média longa (linha preta), ela encontra-se em posição flat, ou seja, em minha humilde opinião ela esta dizendo assim: “Vem ni mim, que to facim”… a priori, essa média longa, esta parecendo ser uma zona de resistência, mas na verdade, ela só esta testando a sua resiliência de trader.

No gráfico semanal os preços estão acima de todas as médias e fez um belo sinal de respeito a mesma média longa utilizada no gráfico diário, onde, os preços, vieram testar essa média e entenderam que ali , é onde os preços devem respeitar.

Então, por agora, devido a média longa estar logo acima dos preços, um Pull Back na região dos $43,06 se faz necessário e demonstrara que o papel esta com bastante força compradora, e os preços tenderão a subir rapidamente, ou, para um Pull Back na região dos $42,23, demonstrará que o papel esta querendo subir, mas sem muita pressa. (Ver o gráfico dinâmico).

Bruno Mazzoni

Creio que ninguém aqui queira vender/shortear um ETF que segue um dos principais índices do mundo. Mas a ideia é investir de maneira “anticíclica”

Qual o possível ciclo de 2022 com o FED exibindo comportamento mais Hawkish? O de queda. Portanto re-balancear renda varável com renda fixa me parece oportuno. Mas vender a totalidade da renda varável burrice. Ciclos de alta de juros podem ser longos não há então razão para ter pressa;

A ideia é mostrar no gráfico os principais suportes de queda no IVVB11 CASO a postura Hawk do FED acelere. Lembrando que “fluxo financeiro” não tem preconceito. Ele simplesmente caminha rumo a menor resistência para a rentabilidade (Confira análises na íntegra).

Ductor Marcus

Atualmente existe uma complexidade de fatores envolvendo o mercado financeiro num todo. Quando olhamos para o mercado dos EUA , temos no horizonte a questão do crescimento da inflação e ao mesmo tempo a incerteza sobre o impacto na nova variante viral.

Analisando o gráfico diário do S&P500 , nos deparamos com dois padrões de ruptura das bandas de bollinger. Esse padrão é comum em movimentos de intraday quando o mercado está armando um pivot de baixa monstruoso.

Pelo visto já podemos falar de monstros, porque a situação é obscura. O problema se intensifica quando a bolsa dos EUA estava no topo e por outro lado o Ibovespa, nesse mesmo período, estava renovando fundos. A situação do IBOV é muito, mas muito ruim. Dá para ver nos comentários de gestores que eles estão perdidos, talvez eles sempre estiveram perdidos, mas como a bolsa estava subindo eles achavam que estavam certos em tudo.

Lembro que em determinado período alguns debochavam dos estrangeiros que estavam com fluxo vendedor no ápice das altas do IBOV. No entanto, agora são os estrangeiros que estão comprando um IBOV 23% abaixo do topo histórico.

É nítido que acabou o fôlego até mesmo da alavancagem. Fundos com benckmarq no IBOV estão com péssimos resultados. Quem é novo no mercado, ou seja, quem entrou nos últimos quatro anos está trocando B3 pelo mercado de criptomoedas. Inclusive acredito que essa postura se tornará mais rentável do que aportar capital no mercado com tantas nuances problemáticas. Também é importante lembrar que 2022 é ano de eleição no Brasil.

Se situação se complicar nos EUA , por aqui em terra tupiniquim sofreremos exponencialmente mais. (Veja a análise completa).

Gabriel Fauth

Uma das grandes promessas de 2020, encheu os olhos de muitos fundos de Venture Capital e agora retorna completamente as origens, será o fim?

A empresa Arrival é uma montadora (ou um dia vai ser) de EVs, especialmente utilitários, que foi na onda de descarbonização mundial e no vácuo de promessa da Tesla . Em 2020 a Arrival stock chegou a subir 200% em ritmo de short squeeze depois de uma apresentação para investidores ao fim do ano. A empresa previu que a produção de vans e de grandes utilitários elétricos começaria nesta época do próximo ano (2021), contribuindo para uma receita de US$1 bilhão em 2022.

No relatório do terceiro trimestre de 2021 a Arrival apresentou uma diminuição expressiva na produção de veículos em suas micro-fábricas, tanto por problemas na cadeia de microchips, quando por atrasos ocasionados pela crise do Covid, o que foi um pouco na contramão do que outras Techs Americanas fizeram durante esse período.

O ponto é que a expectativa dos Investidores durante o pitch da Arrival esteve muito alto, o que fez muitos encerrarem seus aportes após esse relatório. Isso não significa que a empresa não prosperará um dia, mas se vê em maus lençóis agora. (Mais sobre Arrival).

Disclaimer: As análises aqui apresentadas são apenas estudos. Elas não são recomendações de investimento, nem de compra nem de venda, tampouco refletem a opinião do veículo de mídia na qual estão sendo divulgadas. São estudos direcionados a pessoas com conhecimento e experiência no mercado financeiro.

Nossos Autores: Felipe FiuzaMACD_BollingerBruno Mazzoni CNPI-T 2279Ductor Marcus e Gabriel Fauth.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Próximo Post

Bolsa defende os 100mil pontos, mas será que manterá assim?

Bolsa ameaça merder 100mil pontos na semana passada mas mostra recuperação já no início dessa semana. Semana essa cheia de drivers para o mercado que podem mudar completamente o cenário, para positivo e para negativo. Ductor Marcus O Ibovespa finalmente se colocou acima da média de 21 dias no diário, mas sem […]
 loading loading