Analistas divergem em meio a turbilhão no mercado doméstico.

TradingView

Com toda a novela da PEC dos Precatórios, o cenário doméstico segue conturbado e incerto. Enquanto alguns veem oportunidade de alta, outros atentam para uma breve correção. Confira os estudos dos analistas do TradingView.

Rafa Buffoni

SLCE3 se encontra abaixo de uma região de alta liquidez, podendo ser uma forte região de resistência onde haverá intensa defesa dos ursos (vendedores) nessa zona. Sendo assim, é aconselhável aguardar o preço passar essa região de resistência nos ~50.56 e após a confirmação do rompimento nós vamos aguardar o pullback para comprar barato e no melhor ponto possível, em região de suporte e colado às médias. Dessa forma teremos um stop curto para um alvo longo.

Vencendo esse patamar, o preço entra em um “vazio gráfico”, ou seja, uma região sem resistências prévias que podem “segurar” o preço. E esse “vazio gráfico” pode fazer com que o mercado acelere na ponta compradora, dando continuidade ao movimento de alta. Temos como projeção de objetivo os ~63.37. O que me daria ~26% de lucro. (Veja o gráfico dinâmico).

Filipe Ramos

Por fundamentos (preço calculado “justo”) o dólar deveria estar mais barato um pouco na casa dos 4 reais (e quem ouviu o áudio do André Esteves sabe que ele concorda comigo).

No entanto estamos em onda 5 pois o sentimento controla a lógica do mercado. É possível notar que essa onda 5 está se formando em um ending diagonal, talvez devido alguns fatores macro estarem a favor do real (como o rally de commodities ).

Acredito em correção no momento para que seriaa uma onda 4 de 5 mas no médio prazo acredito que veremos o dólar 6 reais, número mágico que entrega uma onda 5 100% da onda 1. (Análises WDO).

EXP Finance

Até o momento tivemos movimentos fortes dos ativos que assumiram uma tendência de baixa na bolsa brasileira. ITSA4 por outro lado vem trabalhando em uma queda sem muita violência, assumindo pouco mais de 15% desde sua máxima de Junho. Sendo desde de Fevereiro trabalhada em uma grande acumulação de preços entre R$12,00 e R$9,00.

Nesse cenário de baixa, o ativo atingiu o primeiro alvo do movimento de baixa de Junho à Julho de 21 em torno dos R$10,17, temos ainda, a possibilidade de buscar segundo alvo (em torno dos R$9,60) e terceiro alvo (próximo aos R$8,80) desse mesmo movimento. Tendo uma importante zona de suporte no caminho, entre R$9,80 e R$9,20 podendo fazer com que o preço volte a subir ao trabalhar nessa regiões. Para altas, esperamos que o preço volte a trabalhar acima das médias móveis afim de trabalhar na região de topo dessa grande acumulação descrita acima. (Análises sobre Itausa).

Anderson Mczal

Taxa Selic subindo e as seguradoras ficam animadas porque o prêmio fica investido em renda fixa, são bilhões em Caixa e isso aumenta o lucro, logicamente. O Índice Setorial Financeiro IFNC pipocou pra cima como mostra o indicador. É o índice setorial de bancos e seguradoras.

Expectativa de alta dentro da frequência do canal. Comprar no fundo desse canal. Alvo no fundo do TR em 29. (Ver o gráfico dinâmico).

Macd Bolliger

ARVL tem um futuro promissor, em tese, graças a visão de futuro em relação aos novos tipos de energia limpa e a Cop26, uma conferência entre países sobre o clima, onde se reúnem as maiores economias mundial, e por consequência, os maiores poluidores. Essa conferência tem como meta tratar de assuntos relacionados a redução da emissão de poluentes, e esse assunto se for posto em pratica, pode contribuir para que o negócio da companhia deslanche, afinal, a sigla ESG está na moda, ou será que está na rota certa para o futuro? Acredito que a resposta quanto a isso, depende única e exclusivamente do ponto de vista dos envolvidos.

O papel vem de uma correção um tanto quanto que abrupta, e finalmente voltou a respirar, pois está trabalhando acima das médias curtas de 12 e 21 períodos (linhas vermelha e azul), o que demonstra força compradora de curto prazo por conta dos “Bulls”.

Podemos observar que os preços no momento estão trabalhando acima da média longa (linha preta), onde, a mesma, poderá servir de Pull Back caso não seja perdida. Se houver a perda da média longa, é bem capaz dos preços virem testar novamente a região de $ 13,90, onde é o ponto de pivô rompido (cabeça) no gráfico diário. (Mais ideias sobre Arrival).

Disclaimer: As análises aqui apresentadas são apenas estudos. Elas não são recomendações de investimento, nem de compra nem de venda, tampouco refletem a opinião do veículo de mídia na qual estão sendo divulgadas. São estudos direcionados a pessoas com conhecimento e experiência no mercado financeiro.

Nossos Autores: Rafa BuffoniFilipe RamosEXP FinanceAnderson MCzal e MACD Bollinger.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Próximo Post

Mercado doméstico ainda casado com a PEC enquanto preocupações com inflação estressam o mercado internacional

Semana de divulgações de Índices de Preço ao Consumidor do Brasil, Europa, China e EUA, onde todos apontam uma escalada na perda de valor das moedas. Bolsas reagem negativamente. Gabriel Fauth Os preços ao consumidor dos EUA subiram no mês passado no ritmo anual mais rápido desde 1990, consolidando a alta inflação […]
 data-srcset data-srcset