Ação ou Opção?

Professor Metafix

Ação ou opção, essa é a questão que roeu minha paciência por muito tempo. Não existe nada mais inquietante do que negociar sem estratégia ou plano bem definido em atividades que exigem recursos líquidos como o mercado financeiro. Cash is king, como dizia um amigo. Mas, finalmente, a eureca bateu à porta trazendo uma solução “mágica”! Pensei, por que não negociar com opções de compra, as chamadas call, em vez de negociar só com ações? As opções rendem muito mais, custam muito menos e se comportam como as ações de onde são derivadas. Paciência, paciência, vamos a resposta!

Sabemos que com uma fração do capital que empregamos na compra de uma ação poderíamos comprar o mesmo potencial de ganho aplicando em opção. Por exemplo, quando  a  correlação  entre a opção e a ação for de cem por cento, o rendimento da opção será igual ao rendimento da ação vezes a alavancagem. Mas uma alavancagem de 15 vezes seria reduzida pela metade, quando o coeficiente de correlação for de apenas 50 por cento. Isto é, o ganho da opção seria de apenas 7,5 vezes o ganho da ação. Mesmo assim, nada mal! Portanto, ainda que a correlação seja baixa ainda temos uma alavancagem razoável e podemos potencializar nossos recursos num passo de mágica.

Vejamos mais um exemplo, com essa mesma alavancagem de 15 vezes e um delta ou coeficiente de correlação de 0,6, os ganhos da opção seriam 9 vezes o da ação (0.6x 15). Assim, dado um delta reduzido e essa alavancagem, 10 mil reais em opções teriam o mesmo potencial de 90 mil reais em ações! 

Portanto, a grande vantagem de se operar com opção é multiplicar o capital pela alavancagem. Uma alavancagem de 10 vezes e um delta de 80 por cento, o capital seria alavancado por 8 vezes. Com dez mil de capital daria para se negociar 80 mil! Então, por que não negociar com opções?

Infelizmente, opções é uma matéria que intimida os leitores e, além disso, existem dois problemas que demandam muita paciência quando operamos. O primeiro é o tempo. As opções tem tempo limitado, elas expiram com datas marcadas. Mas esse problema pode ser resolvido facilmente, pois em vez de se comprar uma opção que expira no próximo mês, podemos comprar uma que se vence daqui há meses. Precisamos ter cuidado com os prazos. Quanto menor o horizonte da operação, maior o risco, pois teríamos menos tempo para fazer ajustes quando o preço não atende as expectativas de lucro. 

O segundo problema é o mesmo que temos quando negociamos com ações. Sabemos que devemos comprar na baixa e vender na alta. Essa regra é universal e se aplica a qualquer produto negociável. Sabemos também que com ação, quando erramos a entrada podemos esperar, pois ela deve se recuperar em algum momento no futuro. Isso é mais verdadeiro com ações de boas companhias. 

Os mesmos cuidados que temos no momento de comprar uma ação, devemos ter com as opções. Isto inclui, a qualidade da companhia, o volume de negócio e a posição e direção esperada do preço. Entretanto, como mencionado, o problema adicional em se operar opção é o de escolher o prazo de vencimento. Esse parece fácil, mas não podemos esquecer de que os preços variam em todos períodos gráficos e confundem os operadores.

O erro que cometemos ao comprar seguindo um gráfico de uma hora, quando o preço se move em direção contrária num gráfico de medidas diárias, é particularmente mais importante com instrumentos alavancados, como opções. Isto é, o alinhamento que praticamos com ações também se aplica às negociações com opções. O descuido com essa prática pode atrasar a recuperação das perdas, ou aumentar os prejuízos quando entramos fora de tempo. 

Assim, devemos negociar com opções que se vencem em períodos que duram mais de um mês; segundo, verificar se o mercado está subindo; terceiro, comprar depois que o preço diário ou semanal formou um suporte e está se movimentando para cima; e aguardar um recuo num gráfico de uma hora ou trinta minutos para comprar num suporte. Sair quando tiver lucro, como sempre. O pessoal mais experiente recomenda também comprar somente opções que estejam dentro do dinheiro.

 Boa sorte! Prof. Metafix, Wisconsin, 2 de fevereiro de 2022.

Professor Metafix
Últimos posts por Professor Metafix (exibir todos)
Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Próximo Post

Semana de foco em balanços e nos dados de inflação nessa quinta-feira

Bolsas globais regiando à balanços em semana cheia. Mercado aguarda sobretudo os dados de inflação Americana nessa quinta-feira. Confira os estudos dos analistas do TradingView. Joao Paulo Ramos BIDI11 segue em tendência de baixa, com preços abaixo das médias de 9 e 21 períodos, ambas flexionadas para baixo. Até conseguiu romper […]
 decoding decoding