Publicidade

Jesse Livermore talvez seja o especulador mais conhecido do mercado americano. Muitos especuladores já incorporaram as lições dele porque elas são lógicas e fazem sentido. Com muita paciência ele só entrava na hora certa como uma serpente que sabe dar o bote, mas não sai correndo atrás da presa.

Muitas pessoas investem em renda variável utilizando-se desse tipo de operação. Entretanto nem todos sabem exatamente a melhor forma de se calcular as taxas reais apresentadas na montagem. Alguns calculam errado e nem sabem... Veja a maneira correta e a melhor forma de escolher a opção para lançamento coberto.

Aproveito a oportunidade para lançar uma breve discussão sobre os swaps, uma modalidade de aplicação financeira pouco utilizada no Brasil mas que nos afeta diretamente.  Swap significa troca, nesse caso, de  dois ativos com retornos e riscos diferentes. Atualmente esta havendo uma grande reversão dos swaps de moedas que, de forma célere, revela-se bastante nefasta para muitas economias...

Quem opera o mercado financeiro e usa gráficos para analisar ativos, sabe como é frustrante determinar a direção dos preços. A confusão emana do desejo de examinar os gráficos em diferentes períodos. Sabemos que um gráfico visto com velas de um determinado tempo, pode indicar uma direção diferente daquela com velas de outro período...

A Bovespa divulga em seu site a volatilidade histórica dos ativos. Entretanto, para facilitar, criamos esta tabela onde é apresentada a volatilidade histórica dos principais ativos, de forma a permitir as comparações entre respectivos períodos e ativos.

Relutamos na hora de escolher uma ação porque existe um conflito mental e natural entre o útil (necessidade) e o agradável (o prazer). O cerne da solução é conciliar os desejos emocionais de tal modo que não contrariem a racionalidade financeira...

Considero o alinhamento automático a forma mais segura para entender o movimento dos preços das ações. No último artigo desta série prometi que usaria alguns gráficos para ilustrar essa metodologia. Alinhando os movimentos com os gráficos, podemos eliminar as contradições que muitas vezes ocorrem entre os movimentos de preços de períodos diferentes e enganam o operador.

O conteúdo exposto aqui, sejam integrantes do Investmax ou não, são apenas opiniões e não são sugestões e indicações de operações. Cabe a cada um fazer sua análise e tomar suas próprias decisões.


Autor Mensagem
Andrisp

Novo Usuário

1 posts
26/01/2012 12:57:33

Sei que os prejuízos de operações passadas podem ser descontados no imposto de renda, mas gostaria de saber qual é o tempo limite para utilizar esse prejuízo.

Exemplo:

Obitive um prejuízo no mercado à vista, ações, em 2008. Voltei a operar em 2011 com mini-índice obtendo lucro.

Eu poderia compensar o prejuízo de 2008 com as operações de mini índice realizadas em 2011 no imposto de renda?

 

Obrigado

 


Respostas [ escrever resposta ]
Danilo

Usuário Senior

452 posts
respondido em 28/01/2012 06:27:21

 desde que vc tenha informado nos respectivos IR, sim vc pode compensar. Se não o fez, nem tudo está perdido, você pode fazer Retificação das Declarações anteriores.