Publicidade

O mercado financeiro é cheio de contradições. Os conflitos são constantes porque encerram nossos desejos instáveis de atuar como compradores e como vendedores. Enquanto nos outros mercados, os compradores aguardam os preços caírem pra comprar mais barato...

Aproveito a oportunidade para lançar uma breve discussão sobre os swaps, uma modalidade de aplicação financeira pouco utilizada no Brasil mas que nos afeta diretamente.  Swap significa troca, nesse caso, de  dois ativos com retornos e riscos diferentes. Atualmente esta havendo uma grande reversão dos swaps de moedas que, de forma célere, revela-se bastante nefasta para muitas economias...

Considero o alinhamento automático a forma mais segura para entender o movimento dos preços das ações. No último artigo desta série prometi que usaria alguns gráficos para ilustrar essa metodologia. Alinhando os movimentos com os gráficos, podemos eliminar as contradições que muitas vezes ocorrem entre os movimentos de preços de períodos diferentes e enganam o operador.

Faça simulações, projeções, acompanhe e gerencie operações com opções. Com essa ferramenta você tem total controle sobre suas posições de forma descomplicada e eficiente.

O processo de escolher uma ação tem uma distinção duvidosa de ser bom ou ruim. A nossa formação religiosa cultural impede de se fazer uma avaliação isenta dos preconceitos que carregamos desde a infância. Por outro lado, os grafistas e fundamentalistas não se entendem. Certo é que, se alguém deseja ganhar dinheiro deve...

Esse indicativo pode nos chamar a atenção para algum ativo com boa formação de suporte ou resistência, criando possibilidades de compra ou venda.

A frase de Charles Dow, “a tendência é tua amiga”, definiu para sempre como se deve operar num mercado de movimentos aleatórios ou incertos. Infelizmente, muitas vezes, a tendência do mercado contraria nosso desejo de operar a qualquer momento, como se o mercado estivesse sempre favorável a nossa pretensão de comprar ou de vender...

O conteúdo exposto aqui, sejam integrantes do Investmax ou não, são apenas opiniões e não são sugestões e indicações de operações. Cabe a cada um fazer sua análise e tomar suas próprias decisões.


Autor Mensagem
crhistianosa

Novo Usuário

5 posts
15/12/2011 00:36:24

Estive olhando o programa de declaração de IR 2011(exercício 2010) e fiquei intrigado: só dá para informar os prejuízos na aba de janeiro(nos meses seguintes o programa transfere esse valor automaticamente). E se eu fizer uma operação no meio do ano e que seja isenta, mas eu queira lançar o prejuízo para compensar?  Como vou informar isso se o campo "prejuízo até o mês anterior" está inativo?Como vocês aqui do fórum fizeram este ano?


Respostas [ escrever resposta ]
crhistianosa

Novo usuário

5 posts
respondido em 15/12/2011 00:42:22

Acho que encontrei a solução: informar em "resultado líquido" o valor do prejuízo,mas informar em negativo. É isso mesmo?


Danilo

Usuário Senior

452 posts
respondido em 15/12/2011 07:54:58

 o prejuizo a compensar vc informa em cada mês la embaixo, não me lembro agora o noco exato do campo, mas está bem claro, acho que é: "Prejuizo a compensar no mês" ou algo assim


crhistianosa

Novo usuário

5 posts
respondido em 15/12/2011 10:32:00

Danilo, se puder olhar o programa da receita verá que não existe este campo. Estive pesquisando e vi que no site Exame há a informação de que o prejuízo deve ser informado no campo"mercado à vista" com um sinal negativo(-), assim aparecerá no campo "prejuízo a compensar", isso porque este campo é inativo, não podemos lançar valores nele.


Danilo

Usuário Senior

452 posts
respondido em 19/12/2011 07:58:51

 Tem sim o Campo, ele não está em renda variável, mas está dentro de rendimentos.

É que eu já desinstalei o Programa, senão eu olhava pra vc o local certinho, mas não é nada mto complicado, dê uma passada geral em rendimentos que vc vai encontrar.