Publicidade

Orientações de como calcular o imposto de renda para operações em bolsas. Isenções, forma de cálculo, o que é considerado ganho, o que pode ser abatido...

Quem nunca se enganou lendo gráficos de ações ou de outros ativos financeiros, levante as mãos! Enganamo-nos pelo desejo de encurtar caminho. Esse comportamento faz parte da luta inexorável para melhorar a vida o mais rápido possível, mas cometemos erros. A tentativa dos grafistas para inventar padrões gráficos em busca de significados diferentes faz parte dessa...

Os investidores estrangeiros representam mais de 50% dos negócios na bolsa de valores B3. Portanto o fluxo de recursos estrangeiros tende a ditar o movimento de uma boa fatia do mercado. Veja a participação nos Contratos Futuros do IBOVESPA

A frase de Charles Dow, “a tendência é tua amiga”, definiu para sempre como se deve operar num mercado de movimentos aleatórios ou incertos. Infelizmente, muitas vezes, a tendência do mercado contraria nosso desejo de operar a qualquer momento, como se o mercado estivesse sempre favorável a nossa pretensão de comprar ou de vender...

Há uma grande discussão nas universidades que já perdura por algum tempo sobre a racionalidade e a eficiência dos mercados. Os temas são complexos e importantes para quem deseja investir e quer saber se o preço de uma determinada ação está alto ou está baixo...

Muitas pessoas investem em renda variável utilizando-se desse tipo de operação. Entretanto nem todos sabem exatamente a melhor forma de se calcular as taxas reais apresentadas na montagem. Alguns calculam errado e nem sabem... Veja a maneira correta e a melhor forma de escolher a opção para lançamento coberto.

Muitos operadores se encantam com os gráficos e com padrões inexistentes ou pouco confiáveis; outros, sufocados pela adrenalina, esquecem de examinar a tendência. Poucos aceitam operar com simplicidade e se perdem em complicações desnecessárias. Enquanto isso...

O conteúdo exposto aqui, sejam integrantes do Investmax ou não, são apenas opiniões e não são sugestões e indicações de operações. Cabe a cada um fazer sua análise e tomar suas próprias decisões.


Autor Mensagem
crhistianosa

Novo Usuário

5 posts
15/12/2011 00:36:24

Estive olhando o programa de declaração de IR 2011(exercício 2010) e fiquei intrigado: só dá para informar os prejuízos na aba de janeiro(nos meses seguintes o programa transfere esse valor automaticamente). E se eu fizer uma operação no meio do ano e que seja isenta, mas eu queira lançar o prejuízo para compensar?  Como vou informar isso se o campo "prejuízo até o mês anterior" está inativo?Como vocês aqui do fórum fizeram este ano?


Respostas [ escrever resposta ]
crhistianosa

Novo usuário

5 posts
respondido em 15/12/2011 00:42:22

Acho que encontrei a solução: informar em "resultado líquido" o valor do prejuízo,mas informar em negativo. É isso mesmo?


Danilo

Usuário Senior

452 posts
respondido em 15/12/2011 07:54:58

 o prejuizo a compensar vc informa em cada mês la embaixo, não me lembro agora o noco exato do campo, mas está bem claro, acho que é: "Prejuizo a compensar no mês" ou algo assim


crhistianosa

Novo usuário

5 posts
respondido em 15/12/2011 10:32:00

Danilo, se puder olhar o programa da receita verá que não existe este campo. Estive pesquisando e vi que no site Exame há a informação de que o prejuízo deve ser informado no campo"mercado à vista" com um sinal negativo(-), assim aparecerá no campo "prejuízo a compensar", isso porque este campo é inativo, não podemos lançar valores nele.


Danilo

Usuário Senior

452 posts
respondido em 19/12/2011 07:58:51

 Tem sim o Campo, ele não está em renda variável, mas está dentro de rendimentos.

É que eu já desinstalei o Programa, senão eu olhava pra vc o local certinho, mas não é nada mto complicado, dê uma passada geral em rendimentos que vc vai encontrar.