Ibovespa 17.9 : análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

Publicidade

Há uma grande discussão nas universidades que já perdura por algum tempo sobre a racionalidade e a eficiência dos mercados. Os temas são complexos e importantes para quem deseja investir e quer saber se o preço de uma determinada ação está alto ou está baixo...

Esta ferramenta permite escolher as melhores opções para as operações de venda coberta (lançamento coberto - financiamento).

O mercado é tão complexo quanto o gênero humano mas operar nele é tão simples quanto comprar barato e vender caro. Assim mesmo, erramos. Veja como evitar isso...

Jesse Livermore talvez seja o especulador mais conhecido do mercado americano. Muitos especuladores já incorporaram as lições dele porque elas são lógicas e fazem sentido. Com muita paciência ele só entrava na hora certa como uma serpente que sabe dar o bote, mas não sai correndo atrás da presa.

Os investidores estrangeiros representam mais de 50% dos negócios na bolsa de valores B3. Portanto o fluxo de recursos estrangeiros tende a ditar o movimento de uma boa fatia do mercado. Veja a participação nos Contratos Futuros do IBOVESPA

Aproveito a oportunidade para lançar uma breve discussão sobre os swaps, uma modalidade de aplicação financeira pouco utilizada no Brasil mas que nos afeta diretamente.  Swap significa troca, nesse caso, de  dois ativos com retornos e riscos diferentes. Atualmente esta havendo uma grande reversão dos swaps de moedas que, de forma célere, revela-se bastante nefasta para muitas economias...

Existe uma condição atávica, relacionada com a evolução, que se manifesta naquelas decisões que são perigosas, independente de serem boas ou más. Segundo os neurobiólogos, o processo da evolução humana deu prioridade ao desenvolvimento do lado emocional porque, diante do perigo...

O conteúdo exposto aqui, sejam integrantes do Investmax ou não, são apenas opiniões e não são sugestões e indicações de operações. Cabe a cada um fazer sua análise e tomar suas próprias decisões.


Autor Mensagem
filippo1

Novo Usuário

3 posts
17/09/2009 17:32:15

O indice ibovespa subiu muito nos últimos meses, superando ,até, as espectativas mais

otimistas é realmente ela foi além do esperado, mas como tudo que sobe desce e prevendo uma

exaustão compradora, vislumbra-se para curto prazo uma realização da bolsa, visto que ela já

fez duas ondas está muito perto dela fazer a terceira onda levando-a ,talvez,aos 40 mil pontos.

O que os colegas do forum acham?


Respostas [ escrever resposta ]
Danilo

Usuário Senior

447 posts
respondido em 18/09/2009 07:38:46

Olá Filippo,

Depende de onde vc vai começar a contar as ondas (e o periodo do grafico que está usando)

se considerar desde de 1998, estamos na 5ª onda, numa tendência de alta
se considerar apenas a recuperação desde ano, estamos na 3ª onda
e se considerarmos desde 2007 qdo a crise se iniciou, pode dizer que estamos na segunda onda, e se fosse essa a ser seguida a 3ª deveria ser maior que a primeira, levando os preços a um novo fundo mais baixo que o anterior. Não acho que seja esse o caso.

Eu particularmente não gosto muito do sistema das ondas de elliot por é muito subjetivo, utilizo outros que considero muito mais precisos e objetivos, mas se tivesse que dar meu parecer diria q a primeira que citei é mais precisa.

Anualmente traçamos os principais pontos de suportes e resistência do Ibovespa, clique no link e dê uma olhada, se quiser dê uma olhada tb nos suportes e resistência dos anos anteriores para verificar a eficiência do método.


domenico

Usuário Senior

139 posts
respondido em 20/09/2009 12:02:11

Filippo1, tudo blz?

Cara sinceramente acho pouco provavel o IBOV voltar aos 40 mil pontos.

Segundo acompanhamentos (análises técnicas, pontos de resistencia e suporte), o mais coerente seria 58k.

As análises que o Danilo posta aqui são show de bola.

 

Abs


Danilo

Usuário Senior

447 posts
respondido em 21/09/2009 07:45:16

Obrigado Domenico,

55mil, como foi uma importante resistência do ponto pivot este ano, agora pode ser um importante suporte no caso de uma correção ainda este ano.