Opinião pacote de ferramentas 1.9 : análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

Publicidade

Aproveito a oportunidade para lançar uma breve discussão sobre os swaps, uma modalidade de aplicação financeira pouco utilizada no Brasil mas que nos afeta diretamente.  Swap significa troca, nesse caso, de  dois ativos com retornos e riscos diferentes. Atualmente esta havendo uma grande reversão dos swaps de moedas que, de forma célere, revela-se bastante nefasta para muitas economias...

Aproveito a oportunidade para esclarecer que o alinhamento automático serve pra mostrar com mais clareza a direção do mercado...

Respondendo a dúvida de um usuário apresentamos aqui algumas dicas para realizar boas operações para Venda Coberta.

Orientações de como calcular o imposto de renda para operações em bolsas. Isenções, forma de cálculo, o que é considerado ganho, o que pode ser abatido...

O processo de escolher uma ação tem uma distinção duvidosa de ser bom ou ruim. A nossa formação religiosa cultural impede de se fazer uma avaliação isenta dos preconceitos que carregamos desde a infância. Por outro lado, os grafistas e fundamentalistas não se entendem. Certo é que, se alguém deseja ganhar dinheiro deve...

A frase de Charles Dow, “a tendência é tua amiga”, definiu para sempre como se deve operar num mercado de movimentos aleatórios ou incertos. Infelizmente, muitas vezes, a tendência do mercado contraria nosso desejo de operar a qualquer momento, como se o mercado estivesse sempre favorável a nossa pretensão de comprar ou de vender...

A Bovespa divulga em seu site a volatilidade histórica dos ativos. Entretanto, para facilitar, criamos esta tabela onde é apresentada a volatilidade histórica dos principais ativos, de forma a permitir as comparações entre respectivos períodos e ativos.

O conteúdo exposto aqui, sejam integrantes do Investmax ou não, são apenas opiniões e não são sugestões e indicações de operações. Cabe a cada um fazer sua análise e tomar suas próprias decisões.


Autor Mensagem
domenico

Usuário Senior

139 posts
01/09/2009 20:24:15

Boa noite Danilo, oque você acha dessa mescla de ferramentas para ajudar nas operações:

- IFR (período semanal) + MME (semanal tambel) + análises de resistências e suportes os graficos (período semanal)

Você acha que tem outros conjuntos de ferramentas para auxiliar?

E quanto aos períodos, oque você acha?

 

Abs e agradeço desde já a atenção dada

 

Paulo


Respostas [ escrever resposta ]
Danilo

Usuário Senior

447 posts
respondido em 02/09/2009 08:08:32

Olá Domenico,

sim, eu até já fiz alguns estudos estatísticos e para quem gosta de investir no longo prazo os gráficos semanais trazem um percentual de acertos bem melhor do que o diário e intra-dia nos componentes da análise técnica.

no semanal eu uso IFR de 9 e MM de 21 e 50.

dependendo da volatilidade dos ativos vc pode mudar um pouco esses valores.

tb acompanho os suportes e resistências pelo método de ponto e pivot.

veja tb a relação que fazemos no sites dos ativos com indicadores em destaque:
Ações com IFR em Destaque (sobrecomprados ouu sobrevendidos)
Ações com aumento de volume

abç


domenico

Usuário Senior

139 posts
respondido em 02/09/2009 10:18:17

Bom dia Danilo

Nossa, pensei que graficos semanais seria curto prazo, rsrsrs

Acho que no diário tb vai bem né, qual seria as configurações do IFR?

Abs


Danilo

Usuário Senior

447 posts
respondido em 02/09/2009 10:25:30

só no semanal que eu uso o IFR de 9, nos demais eu uso o padrão que é 14, porém, como disse, pra alguns ativos que mais opero faço um backtest pra ajustar melhor.

 


domenico

Usuário Senior

139 posts
respondido em 02/09/2009 11:05:19

Danilo, esqueci de um detalhe cara

Meu grafico aqui, é atualizado a cada 15 min, isso não pdoe atrapalhar para operações daytrade?

Oque você acha?

 

Abs


Danilo

Usuário Senior

447 posts
respondido em 02/09/2009 11:14:35

Sim, gráficos com delay de 15 minutos pra daytrade não dá certo, mas pra swing trade em diante já dá.