Publicidade

Aproveito a oportunidade para lançar uma breve discussão sobre os swaps, uma modalidade de aplicação financeira pouco utilizada no Brasil mas que nos afeta diretamente.  Swap significa troca, nesse caso, de  dois ativos com retornos e riscos diferentes. Atualmente esta havendo uma grande reversão dos swaps de moedas que, de forma célere, revela-se bastante nefasta para muitas economias...

A frase de Charles Dow, “a tendência é tua amiga”, definiu para sempre como se deve operar num mercado de movimentos aleatórios ou incertos. Infelizmente, muitas vezes, a tendência do mercado contraria nosso desejo de operar a qualquer momento, como se o mercado estivesse sempre favorável a nossa pretensão de comprar ou de vender...

Quem nunca se enganou lendo gráficos de ações ou de outros ativos financeiros, levante as mãos! Enganamo-nos pelo desejo de encurtar caminho. Esse comportamento faz parte da luta inexorável para melhorar a vida o mais rápido possível, mas cometemos erros. A tentativa dos grafistas para inventar padrões gráficos em busca de significados diferentes faz parte dessa...

A Bovespa divulga em seu site a volatilidade histórica dos ativos. Entretanto, para facilitar, criamos esta tabela onde é apresentada a volatilidade histórica dos principais ativos, de forma a permitir as comparações entre respectivos períodos e ativos.

Muitos operadores se encantam com os gráficos e com padrões inexistentes ou pouco confiáveis; outros, sufocados pela adrenalina, esquecem de examinar a tendência. Poucos aceitam operar com simplicidade e se perdem em complicações desnecessárias. Enquanto isso...

Muitas pessoas investem em renda variável utilizando-se desse tipo de operação. Entretanto nem todos sabem exatamente a melhor forma de se calcular as taxas reais apresentadas na montagem. Alguns calculam errado e nem sabem... Veja a maneira correta e a melhor forma de escolher a opção para lançamento coberto.

Segundo o velho ditado americano, existem vinte maneiras para se esfolar um gato. Na bolsa de valores, existem muitas maneiras para se acertar a direção dos preços, algumas são mais lógica do que outras e todas ajudam a ganhar dinheiro na compra e venda de ações. E para complementar com outro adágio, já que está na moda...

O conteúdo exposto aqui, sejam integrantes do Investmax ou não, são apenas opiniões e não são sugestões e indicações de operações. Cabe a cada um fazer sua análise e tomar suas próprias decisões.


Autor Mensagem
sonia42

Novo Usuário

2 posts
22/03/2009 01:23:55
Como vcs rolam as posições, isto é se o ativo vale foi comprado por 26,90, e vendida a opção 28 por 2,20, até quanto pra cima ou pra baixo vcs fazem a rolagem?
Respostas [ escrever resposta ]
Danilo

Usuário Senior

452 posts
respondido em 23/03/2009 07:27:47
Sonia,
O assunto merece um espaço bem maior que um simples posts para explicar. Entretanto cabe uma breve nota para atender a sua pergunta.
Nós não somos adeptos ou favoráveis ao termo "rolagem". Veja a seguinte situação hipotética, baseada no seu exemplo: digamos que o ativo tem uma resistência pequena em 28 e uma mais significa a 30, depois disso não há resistências significativas podendo chegar facilmente a 50. (não é o cenário atual, é apenas um situação para melhor exemplificar sua pergunta) Então eventos favoráveis a esta situação ocorrem e isso se confirma, o ativo passa de 28 facilmente, rapidamente chega a 30 e sem muito esforço tb é rompido...
Pergunta: vc vai continuar numa posição vendida??? até quando!!!???
Era isso que vc esperava e desejava na sua estratégia??? Se era, tudo bem; coloca o lucro no bolso e parte a procura de outra estratégia favorável que atenda ao cenário seguinte.
Se não era, é ai que esse método, da forma como é aplicado pela maioria das pessoas, é falho; as pessoas ficam rolando na ESPERANÇA de reverter uma posição ruim, errada.
Toda a estratégia deve ter um começo, meio e fim. Pode até ser que ela possua opções de duas séries, porém com um controle bem maior, bem definido, com o trader tendo um enorme conhecimento sobre os impactos em cada série, e com uma ferramenta que lhe permita estressar todos os cenários para traçar os pontos certos de saída e stop. Tais fatores e condições para isso dependem de conhecer bem o efeito das variáveis que compõem a formação do preço das opções, principalmente da volatilidade, de análise técnica para saber os principais pontos do ativo em questão, etc...
Procurar por uma receita que seja sempre igual e que sempre funcione, do tipo: "venda sempre um strike acima, depois, se subir role um pra cima e pra frente", me parece utopia, para não dizer: tolice. É como imaginar que uma receita médica vai sempre funcionar para qualquer pessoa ou qualquer dorzinha que aparecer.
Resumindo, cada momento apresenta um cenário diferente com volatilidade e perspectivas diferentes e consequentemente oportunidades diferentes. Por isso para aproveitar essas oportunidades, devemos tb ter consciência de que não é possível acertar sempre (por isso existe o stop e toda estratégia deve contê-lo) e portanto devemos ter a capacidade de reverter uma posição ruim quando necessário e não apenas insistir nela...

Bom como disse um posts é pequeno para comentar sobre sua pergunta, esse tema é bem abordado em nossos cursos, mas espero que tenha pelo menos lhe ajudado com sua pergunto (bem pertinente por sinal, pois é uma dúvida frequente)

boa semana,
att.,

marsilva2007

Usuário Senior

98 posts
respondido em 11/07/2009 15:54:51
Eu somente faço a rolagem se atender meus objetivos:
3% de txa e 10% de proteção

Caso contrario deixo exercer e parto para proxima operação.

Sou operador de taxa
flaviomjr2005

Usuário Senior

45 posts
respondido em 31/01/2010 11:49:02

o operador de taxa é frio, não rola pra cima e aceita pequenas perdas.