Definições e termos do mercado de opções : análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

Definições e termos do mercado de opções

Definições e Termos do Mercado de Opções

Pode-se definir opção como o direito de comprar ou de vender certa quantidade de um bem ou ativo, por preço determinado, para exercê-lo em data futura prefixada.

Devido a sua relativa complexidade, o mercado de opções apresenta vocabulário todo particular, que visa representar as características de cada opção. Por esse motivo, você deve conhecer alguns termos importantes:

– ativo-objeto: é o bem, mercadoria ou ativo que se está negociando;

– titular: é o comprador da opção, aquele que adquire o direito de comprar e/ou de vender a opção;

– lançador: é o vendedor da opção, aquele que cede os direitos ao titular, assumindo a obrigação de comprar ou de vender o objeto da opção;

– prêmio: é o valor pago pelo titular ao lançador da opção para ter direito de comprar ou de vender o objeto da opção;

– preço de exercício: preço pelo qual o titular pode exercer seu direito;

– data de exercício ou vencimento: último dia no qual o titular pode exercer seu direito de comprar ou de vender, conhecido como data de vencimento da opção;

- Posição: É o saldo resultante de uma ou mais operações com opção da mesma série, realizadas em nome de um mesmo investidor, através de uma mesma corretora. Dependendo da natureza do saldo, a posição será de lançador ou titular.

- Bloqueio de Posição: É a operação através da qual, o lançador impede o exercício sobre parte ou a totalidade de sua posição, mediante prévia compra de opção da mesma série da anteriormente lançada.

- Série: São opções do mesmo tipo (compra ou venda) referentes ao mesmo ativo objeto, tendo a mesma data de vencimento e o mesmo preço de exercício.

Codificação das Opções na Bovespa

Tem sete posições, sendo as 4 primeiras referentes ao código do ativo no mercado à vista; a quinta letra indica se é uma opção de compra ou de venda e o mês de vencimento ( de A a L é opção de compra e de M a X é opção de venda, sendo que A e M referem-se ao mês de vencimento de janeiro, B e N a fevereiro e assim sucessivamente até L e X, que indicam dezembro). A sexta e sétima posições são numéricas e referem-se a série especifica daquela opção(*).

Por exemplo:
>PETRA30
PETR: código da empresa Petrobras
A: mês de vencimento, no caso Janeiro
30: preço de exercício, no caso R$ 30,00(*)

(*) sempre que possível esses números são semelhantes ao preço de exercício da opção, mas há exceções. Recomenda-se, portanto, sempre verificar o preço de exercício efetivo de uma determinada série (nos sites da Bovespa ou da CBLC, ou no Boletim de Informações) antes de se executar uma operação.

Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

 
Publicidade

Relação das empresas com aumento de volume significativo.

O comércio de moedas é um dos mais antigos do mundo e na atualidade o mais ativo e volumoso. Na época do império romano já existiam cambistas trocando moedas. Era comum encontrar esses delaers nas feiras ou onde houvesse aglomerações de pessoas, especialmente...

Aproveito a oportunidade para esclarecer que o alinhamento automático serve pra mostrar com mais clareza a direção do mercado...

O mercado é tão complexo quanto o gênero humano mas operar nele é tão simples quanto comprar barato e vender caro. Assim mesmo, erramos. Veja como evitar isso...

Muitas pessoas investem em renda variável utilizando-se desse tipo de operação. Entretanto nem todos sabem exatamente a melhor forma de se calcular as taxas reais apresentadas na montagem. Alguns calculam errado e nem sabem... Veja a maneira correta e a melhor forma de escolher a opção para lançamento coberto.