Gap de Quebra : análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

Gap de Quebra

Fonte: Stockcharts

Gap de Quebra

São os mais interessantes. O preço sai de seu intervalo normal ou de sua área de congestão. Uma área de congestão é um intervalo no qual o ativo tem sido negociado nos últimos dias, semanas ou meses. O limite superior costuma funcionar como resistência, e o inferior, como suporte. O rompimento desses limites requer muito entusiasmo por parte dos investidores. Os volumes têm de aumentar significativamente, inclusive porque o próprio rompimento do limite gera mais negócios. Os vendidos têm de cobrir posição e os comprados são obrigados a sair vendendo. Mas o melhor cenário é aquele em que os volumes só aumentam após o rompimento. Assim, há mais chance de continuação da tendência com força. Se for para baixo, o nível de quebra, que antes era suporte, agora vai ser resistência. Na quebra para cima, a antiga resistência vira suporte.

Não caia na armadilha de achar que um gap desses, com volume, será fechado prontamente. O fechamento pode demorar muito para acontecer. Admita que uma nova tendência se estabeleceu, e adapte-se logo ao novo cenário. No próximo exemplo, vemos que os preços respeitaram o suporte de 41 dólares por 2 meses. Quando ocorreu a quebra, para baixo, foi com grande volume.

Tipos de Gap: Gap de Quebra

Uma boa forma de checar a robustez de um gap é ver se ele está associado a algum padrão gráfico conhecido. Se um triângulo ascendente romper para cima teremos uma oportunidade de negócio bem melhor do que se o furo na congestão ocorrer isoladamente, desassociado de qualquer padrão. O gráfico abaixo mostra o desenvolvimento de um típico triângulo otimista (topo reto, linha de base com tendência ascendente). O rompimento ocorreu para cima, da maneira clássica.

Tipos de Gap: Gap de Quebra

Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

 
Publicidade

Somos fascinado pelo o sucesso. A força psicológica da vitória é tão grande que exageramos os ganhos e escondemos as perdas nas bolsa de valores e em outros afazeres. Embora a realidade numérica seja outra, pois em todos campos de atividades existem mais perdedores do que ganhadores; mesmo assim, não gostamos de lembrar das perdas...

O mercado é tão complexo quanto o gênero humano mas operar nele é tão simples quanto comprar barato e vender caro. Assim mesmo, erramos. Veja como evitar isso...

Jesse Livermore talvez seja o especulador mais conhecido do mercado americano. Muitos especuladores já incorporaram as lições dele porque elas são lógicas e fazem sentido. Com muita paciência ele só entrava na hora certa como uma serpente que sabe dar o bote, mas não sai correndo atrás da presa.

Swing trading, é uma forma mais tranquila para se operar o mercado de ações, de futuros (commodities e índices) ou forex do que o Day Trading. Com Swing Trading contempla-se um tempo maior, diminui-se o risco, aumentam-se os lucros...

A frase de Charles Dow, “a tendência é tua amiga”, definiu para sempre como se deve operar num mercado de movimentos aleatórios ou incertos. Infelizmente, muitas vezes, a tendência do mercado contraria nosso desejo de operar a qualquer momento, como se o mercado estivesse sempre favorável a nossa pretensão de comprar ou de vender...