Gap Comum : análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

Gap Comum

Fonte: Stockcharts

Gap Comum

Também conhecido como gap de “área” ou de “trading”, pode acontecer por qualquer razão trivial. Se uma ação fica “ex-pidendo” num dia de baixo volume, por exemplo, um gap comum pode se formar. Normalmente, um gap desses “se fecha” facilmente. “Se fechar” significa que o preço logo retrocedeu aos níveis do dia anterior, eliminando o “branco” que havia se formado no gráfico. Abaixo vai um gráfico mostrando o “fechamento” de dois gaps. Note que os preços voltam e atingem pelo menos os níveis onde o gap se originou. (De aqui em diante, usaremos “fechar o gap” sem aspas.)

Tipos de Gap: Gap Comum

Um gap comum normalmente aparece numa área de congestão ou num intervalo em que o papel está sendo negociado, refletindo uma eventual falta de interesse pelo ativo naquele momento particular. Em muitas ocasiões, a queda na liquidez reforça essa tendência. Conhecer esse tipo de gap é bom, mas raramente dá oportunidade de negócio.

Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

 
Publicidade

Para apreciação de alguns e, talvez, irritação de outros, os gráficos e plataformas de operação são instrumentos valiosos para se acompanhar os mercados financeiros. Não consigo me afastar desses instrumentos...

Aposentadoria do INSS: Neste texto você descobre, de fato, quanto perde com o INSS e quanto poderia ganhar administrando a sua aposentadoria você mesmo de forma bem simples.

Aproveito a oportunidade para lançar uma breve discussão sobre os swaps, uma modalidade de aplicação financeira pouco utilizada no Brasil mas que nos afeta diretamente.  Swap significa troca, nesse caso, de  dois ativos com retornos e riscos diferentes. Atualmente esta havendo uma grande reversão dos swaps de moedas que, de forma célere, revela-se bastante nefasta para muitas economias...

Relutamos na hora de escolher uma ação porque existe um conflito mental e natural entre o útil (necessidade) e o agradável (o prazer). O cerne da solução é conciliar os desejos emocionais de tal modo que não contrariem a racionalidade financeira...

A Bovespa divulga em seu site a volatilidade histórica dos ativos. Entretanto, para facilitar, criamos esta tabela onde é apresentada a volatilidade histórica dos principais ativos, de forma a permitir as comparações entre respectivos períodos e ativos.