Comprar e Vender Ações como a Hiena e a Serpente

Professor Metafix

Comprar e Vender Ações como a Hiena e a Serpente

As vezes erramos ao comprar e vender ações por erros básicos, falta de disciplina ou por deixar as emoções sobrepor a lógica. Como evitar isso?

Considero repetição uma forma cansativa, porém muito importante em algumas formas de aprendizado. Aprendi a ler e escrever em inglês sozinho. Passei um ano decorando dez palavras novas todos os dias. Escrevia cada uma, dez vezes em português e dez inglês. Repetia o exercício todos dias sem cessar! Meu sucesso foi tão grande que no ano seguinte consegui um emprego de tradutor de peças mecânicas; nada literário, mas bastante lucrativo. Não esqueci a experiência. E aproveito a oportunidade, nesse dia ensolarado de um outono maravilhoso, para repetir algumas lições que tenho aprendido estudando e negociando compra e venda de ações. 

Não exauri os temas importantes que ainda gostaria de discutir com vocês sobre a importância de negociar com ações. Entretanto, tenho pressa e interesse em ver meus colegas e os jovens ganhando dinheiro, pois é muito mais interessante ter amigos ricos do que pobres. Os pobres são amáveis e sempre teremos conosco como disse Jesus, mas os ricos são elusivos e difícil de se encontrar. Espero que meu esforço não seja em vão e que meus amigos consigam entrar no reino dos ceus apesar da posição social adiquirida.

Tudo que é difícil exige mudanças caras e, às vezes, repetidas e dolorosas. Quando não se vive de negócios, é necessário se transformar também para alcançar o paraíso das operações lucrativas. Essa mudança exige que deixemos os julgamentos emocionais e aprendamos a agir de forma lógica. Isso pode ser desagradável porque é uma tarefa própria para hienas e serpentes que não tem emoção mas, agem de forma lógica para poder sobreviver.  

O principio básico de comprar e vender ações

Negociar com ações é fácil e simples, pois se trata de uma atividade de compra e venda. O mercado se assemelha uma grande feira de verduras repleta de todo tipo de produtos agradáveis. Na feira, o negociante de tomate observa com cuidado quando o preço está caro e quando está barato. Ele faz isso mentalmente sem ajuda de computadores. Temos sorte, pois podemos examinar os preços das ações que desejamos negociar com ajuda dessa invenção maravilhosa que é o computador. 

Para aprender operar bem no mercado precisamos pensar em oferta e procura e entender como os preços se comportam tal qual faz o vendedor de tomate. Além disso, precisamos nos preparar para operar sem emoção seguindo as ondas de preço espelhadas nos gráficos das plataforma de operação. 

Os preços das ações

Os preços mudam e formam ondas bem distintas e reconhecíveis em todos períodos gráficos que escolhermos para observar. As ondas são irregulares mas são úteis; elas não têm a mesma duração ou amplitude, mas elas existem, pois os preços sobem e descem em qualquer período sob observação. Obedecer as ondas de períodos de curta duração reduz os riscos, e seguir conjuntamente duas ondas congruentes, e de intervalos diferentes, reduz os riscos ainda mais. 

Destarte, o set up mais lógico e mais simples é operar dentro de um intervalo pequeno que seja congruente ou alinhado com outro maior. O período menor, por exemplo de horas, seria o intervalo de operação e o maior, o diário, seria o de orientação. Isto é, uma forma simples de operar. Obedecer a tendência diária; comprando e vendendo com as ondas feitas por intervalos de horas é um swing que nem dá trabalho e nem exige muita paciência para esperar. Se desejar operar mais vezes por dia opere com ondas menores, por exemplo use uma hora como tendência e 15 minutos ou cinco para operar. No mercado cabe todo tipo perfil de risco e de preferência, mas cada um deve avaliar que tipo operador deseja ser. 

A lógica do mercado

O mercado é lógico e temos que acompanhar as mudanças. Quando a oferta aumenta com a mesma demanda, os preços começam a cair; isso acontece lá em cima nas resistências das ondas de preços. Por outro lado, quando a demanda aumenta, para um oferta relativamente fixa ou menor, os preços começam a aumentar;  isso acontece lá embaixo nos suportes das ondas de preço. Note que, os osciladores de preço oferecidos pelas plataformas de operação marcam muito bem os suportes e as resistências, e isso facilita bastante nosso trabalho.

Repetindo um pouco o dito acima; teremos pouco risco na compra de ações quando compramos nos suportes e vendemos nas resistência dos gráficos de uma hora desde que num intervalo maior ou tendência os preços estejam subindo também. Quando a volatilidade é muito alta, e as comissões são baixas, podemos operar com bons resultados utilizando intervalos até de 15 minutos ou menores desde que nos períodos maiores, como horas ou de 4 horas etc., os preços estejam subindo também. Portanto, quando os preços estão subindo em todos períodos ninguém erra. Quando existir dúvidas, podemos proteger as ações com alguma forma de hedge, como opções, travas ou operação do tipo short & long. 

Alinhamento Automático

Repetindo mais uma vez, devemos nos guiar pelas ondas maiores e operar com ondas menores, isso é conhecido como alinhamento automático. As ondas longas servem de guia e as menores ajudam encontrar o preço mais baixo e os pontos de saídas mais altos. Como o lucro depende da compra feita quando os preços estão baixos. Isto é, nos suportes, precisamos ter paciência de serpente para esperar os preços caírem até formar um suporte. Alinhar os movimentos menores com os maiores também exige paciência, mas fortalecem os rendimentos e evitam-se os riscos de errar na compra e na venda. 

Infelizmente, achar uma ação que seja boa, diversificável e barata exigem acuidade e atenção redobrada. Haja paciência e atenção! Mas o bom operador na bolsa sabe que deve-se comportar como uma serpente na compra, e a uma hiena na venda. Como serpente ele tem que ter paciência e ficar na moita esperando o ratinho passar. Isto é, esperar por um alinhamento e pela oportunidade para comprar barato; e como hiena, ele tem que ser altivo para aproveitar a oportunidade de vender antes da situação piorar. 

As emoções e operações erradas

Destarte, erramos não porque as coisas sejam difíceis, mas porque agimos com emoção onde a lógica deveria predominar. É importante simplificar as tarefas, mas não devemos usar a simplificação como desculpas para ignorar os dados e as indicações gráficas a favor de nossas emoções. Destarte, se alguém escolhe uma ação boa e que esteja subindo, mas só compra quando o preço dela recua e forma um suporte, não tem porque temer riscos não sistêmicos; isto é, queda de preço da ação em relação ao mercado. Não posso deixar de enfatizar que seguir a tendência e obedecer os dados é a melhor forma de se estruturar para operar de forma consistente sem medo de errar. 

Tendo paciência de serpente e sagacidade da hiena o investidor vai sobreviver na planície da concorrência onde o ganho de uns vem do prejuízo de muitos. Num jogo de soma zero, como é parte do mercado, nosso melhor amigo se transforma em nosso concorrente mais próximo! Portanto, obedeça os dados, as indicações gráficas e, quando não se sentir seguro, proteja as ações com opções, travas e operações do tipo short & long. Good Luck!  

Prof Metafix. Wisconsin, outubro de 2019.

Indique e Compartilhe: 
Indique para um Amigo: 
Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Deixe seu Comentário: 
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.