como investir na Bovespa bolsa de valores analise tecnica

5 opções de investimentos para quem tem perfil arrojado

Luana Biral

5 opções de investimentos para quem tem perfil arrojado

Os investimentos de perfil arrojado são aqueles que toleram mais o risco, tendo em vista um ganho maior. Geralmente, são indivíduos que estão há mais tempo no mercado financeiro e, por isso, têm mais segurança para fazer as escolhas.

Para esses investidores, as melhores opções são os produtos voláteis ou sem garantia do FGC. Confira algumas alternativas de investimentos arrojados e como investir neles!

Ações
As ações são a opção mais óbvia quando se pensa em produto volátil. Dependendo da situação de uma empresa na Bolsa, ela pode lucrar ou ter prejuízos, que são divididos entre os acionistas.

Existem diversas companhias na Bolsa de Valores de todos os segmentos. Se o investidor souber analisar o mercado e apostar em um nicho que irá crescer, ele pode ganhar bastante dinheiro. Porém, caso a companhia tome uma medida errada ou se envolva em uma crise de imagem — como a Vale após a história de Brumadinho — os acionistas sentirão no bolso.

Opções binárias
Embora ainda não sejam tão conhecidas no Brasil, as opções binárias são uma alternativa para quem deseja diversificar os investimentos. A lógica por trás delas é semelhantes a das ações: apostar se um ativo irá crescer ou cair.

Nesse investimento, o interessado não precisa dizer o quanto acredita que o ativo irá variar de valor, apenas se irá crescer ou diminuir. É possível investir em ações, moedas e commodities. As plataformas que operam opções binárias estão fora do país, como a IQ Option. Por isso, é importante que o investidor analise a idoneidade da empresa que está por trás dessas operações antes de investir.

Debêntures

As debêntures são ativos de renda fixa que têm rendimento previsível, porém, são menos conservadoras do que podem parecer. O risco delas está atrelado à empresa que emite o título, isto é, a companhia que precisa de empréstimo.

O investidor, então, ao comprar esse título de dívida já sabe o quanto poderá receber ao final. Diferentemente de outros produtos de renda fixa, o Fundo Garantidor de Crédito não cobre as debêntures. Portanto, se o investidor corre o risco da empresa não pagar o que foi acordado.

A diferença das debêntures para as ações é que as primeiras têm um rendimento fixo. Já as ações podem crescer muito em pouco tempo — assim como cair.

CRI e CRA
Assim como as debêntures, os CRI (Certificado de Recebíveis Imobiliários) e CRA (Certificado de Recebíveis Agrícolas) são investimentos de fixa, mas que não têm cobertura do FGC. Há produtos de CRI e CRA de rendimento pré e pós-fixado, sendo que grande parte deles é atrelado ao IPCA.

Esses títulos são usados para serem usados como créditos no setor imobiliário e agrícola. Por isso, eles costumam ser investimentos de longo prazo, porque os contratos desses setores é de pelo menos 5 anos em média.

Além de ter rendimentos consideráveis, esses investimentos não têm incidência de imposto de renda, o que os torna ainda mais atrativo. O risco, porém, no caso do CRI, é que as pessoas não paguem o financiamento do imóvel. Assim, a instituição emissora não recebe o dinheiro, nem o investidor.

Criptomoedas
Desenvolvidas para serem usadas no dia a dia, as criptomoedas ganharam destaque mesmo como investimento. Nesse caso, o interessado compra uma parte ou algumas unidades da moeda digital e revende quando o preço sobe. Algumas plataformas de arbitragem já realizam isso automaticamente.

O Bitcoin foi a primeira criptomoeda criada e, apesar de ter os seus momentos de queda, ainda é o ativo mais consolidado nesse mercado. No começo de 2019, por exemplo, chegou a valer menos de R$ 13 mil. Em março, o preço de uma unidade da moeda está maior do que R$ 15 mil.

Grande parte dos investimentos de renda fixa e variável valem a pena, desde que o investidor saiba o nível de risco a que deseja de expor e quais produtos são melhores para aquele momento. Também é importante que o interessado se certifique de que a empresa ou corretora atua de maneira correta.

Atualmente, boa parte das aplicações é feita pela internet, sem que o investidor precise sair de casa. No caso dos investimentos que ainda não são feitos por companhias brasileiras, como as opções binárias, é necessário buscar as melhores corretoras de Forex.

Porém, se o produto já estiver presente no mercado nacional, vale a pena buscar nos sites do governo quais empresas estão aptas a atuar. No caso da Bolsa de Valores, a análise das ações com maior potencial pode ser feita por meio de gráficos sobre os últimos meses e do noticiário. As companhias com melhor reputação ou que estão em um mercado promissor costumam crescer mais rapidamente.

Referências: CRI e CRA

Indique e Compartilhe: 
Indique para um Amigo: 
Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Deixe seu Comentário: 
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.