Para apreciação de alguns e, talvez, irritação de outros, os gráficos e plataformas de operação são instrumentos valiosos para se acompanhar os mercados financeiros. Não consigo me afastar desses instrumentos...

Sabemos que o problema da maioria das economias é o nível de endividamento. Enquanto esse problema não for equacionado, as economias não crescerão num ritmo suficiente para criar novos empregos. Até agora a China era considerada uma ilha de exceção. Entretanto, algumas notícias revelam um quadro um pouco preocupante. Os jornais noticiam uma crise de crédito...

Aprendo com meus erros, mas também e me inspiro nos equívocos dos colegas bem humorados. Vejo como poucos prestam atenção aos gráficos ou consultam os fundamentos na hora de comprar uma ação. A falta de uma análise do tipo “top down”, para verificar...

Quem opera com gráficos sabe que entrar nos suportes e sair nas resistências segue o preceito de se comprar barato e vender caro. Mas isso só é verdadeiro quando a tendência for...

Peço imensas desculpas aos meus leitores por usar um título tão irônico e vulgar. Com certeza, ele já foi repetido por muitos em muitos lugares. Mas a força dessa ironia nem é elíptica nem metafórica, ela é real e direta. O mercado está repleto de arrependidos. O pior de tudo é que muitos estão se precipitando e vendendo suas ações. Estes vão amargar por muito tempo a tristeza da decisão.

Os governantes das principais economias, por razões políticas, ainda teimam e sonham com um fim benigno da crise que já perdura por mais de 4 anos. Enquanto isso, a maioria dos investidores continua frustrada com a indefinição do mercado de ações. Os que tiveram sucesso com esse tipo de investimento...

Risco e incerteza fazem parte de todos afazeres e no mercado financeiro não há exceção. Não temos bola de cristal e nem metodologia que possam prever o futuro dos preços das ações. Entretanto, podemos...

Nesta nota vamos analisar como num dia de operação o investidor pode aumentar os ganhos num montante que daria inveja a qualquer robot dos “High frequence traders” – jogadores de alta frequência.

O alinhamento automático é uma metodologia sensata para se operar no mercado porque ela respeita as tendências de todos os tamanhos. Por isso, venho alertando os colegas para domar a pressa e evitar operar contra qualquer tendência. A única forma correta para evitar esse erro é alinhar, pelo menos, duas ou mais tendências.

Acima de tudo, precisamos controlar nossas emoções. O controle da emoção, talvez, seja o método mais efetivo para se obter bons resultados no mercado financeiro ou em qualquer outro tipo de atividade econômica

O alinhamento automático, sobre o qual já escrevi algumas notas neste portal, aumenta a precisão das jogadas e revela oportunidades com mais clareza do que a intuição ou o uso dos gráficos a revelia das retrações e pequenos movimentos subjacentes a tendência geral do mercado. A grande vantagem é revelar quando os preços estão apenas se movimentando dentro de uma retração ou se estão seguindo alinhadamente a tendência daquele momento

Caros amigos, recebi uma pergunta de um leitor sobre o controle dos riscos no mercado financeiro. Especificamente, sobre o uso de “stops.” A melhor forma de controlar os riscos é saber quando entrar e quando sair...

Hoje, 4 de abril de 2013, decidi relembrar meus amigos leitores de que a partir deste mês, iniciamos um período longo, sem muitas interrupções, para se operar no mercado financeiro. Existem, e aparecerão, muitas oportunidades boas para quem deseja operar no curto prazo com ativos outros além de ações...

O mercado é cheio de contradições. Existem promessas falsas, mas cheias de boas intenções. Algumas são até verdadeiras mas repletas de falsas premissas. Como separar o joio do trigo é a arte de cultivar bons costumes; não se deve acreditar nem nas promessas e nem nas premissas sem antes entender a realidade das duas...

Atualmente temos sorte porque existem bastante indicadores apontando o que devemos fazer. Infelizmente, reagimos contra as indicações porque a emoção distorce a lógica e força-nos a explorar outras possibilidades que vão ao encontro de nossos desejos, mas...