A Tendência é Nossa Amiga

|Professor Metafix|

The trend is your friend (A tendência é sua amiga) alertava Charles Dow no fim do século 19! Nada mudou de lá pra cá; os preços das ações continuam subindo, descendo e formando ondas ou movimentos curtos e longos que ajudam o especulador lucrar no curto e no longo prazo.

Apesar da economia brasileira crescer muito pouco nesses últimos 4 anos, é admirável como o mercado de ações se comportou. Temos uma tendência ou onda longa de crescimento que começou em 2016. Existem outros movimentos mais curtos dentro da longa que mudaram o valor das ações, mas não alteraram a trajetória de alta porque as ondas menores são condicionadas à força da tendência maior. É assim que os preços das ações se comportam. A partir dessa constatação, podemos ver que, desde maio deste ano de 2019, já tivemos duas ondas de alta e uma de baixa visto com gráfico semanal. Porém quando desdobramos o gráfico em intervalos menores notam-se outros movimentos ou tendências.

Quando examinamos o gráfico do IBOV, usando medidas semanais, os movimentos mencionados ficam bem claros. Para quem tem muita paciência e não tem tempo para operar todos dias, poderia ter aproveitado duas altas para comprar e uma queda para vender. Mas isso não diz tudo, como veremos. 

Aproveitando as Tendências

Aproveito esse momento de frio pra esquentar a discussão, lembrando aos amigos de que podemos operar com bastante sucesso observando e obedecendo a tendência de preço como recomendava Charles Dow. As oportunidades para se lucrar na bolsa são muitas mesmo quando a economia não vai bem. O investidor basta decidir se vai comprar e vender obedecendo movimentos curtos ou se vai esperar para aproveitar os movimentos maiores. Destarte, mesmo quando a economia não vai bem, é importante acompanhar os movimentos longos, mas comprando e vendendo aproveitando as dobras ou ondas de curto prazo. 

A própria natureza dos movimentos de preço ajuda o investidor ativo escolher qual a melhor alternativa. Isto é, pode-se operar com gráfico semanal, mas quando desdobram-se os intervalos longos em movimentos menores surgem mais oportunidades que são igualmente boas. Isto é importante para quem tem pouca paciência e precisa tirar alguns trocados de forma consistente. É importante lembrar também de que à medida que se desdobram os movimentos maiores em ondas menores, as oportunidades para se comprar na baixa e vender na alta se multiplicam.

Os movimentos menores da tendência

À medida que entendemos como os preços se comportam ao longo do tempo, as oportunidades para operar aumentam e podemos amenizar os momentos fracos da economia. Já sabemos que dentro de uma tendência semanal existem movimentos menores que, às vezes, se movem contra a tendência principal e, às vezes, a favor dela.  Quando esses movimentos menores são congruentes com tendëncia principal, podemos desdobrá-los e obter tendências com intervalos de observação menores. E, assim, pode-se operar com mais frequência seguindo o conselho de Charles Dow de não operar contra a tendência porque ela é nossa amiga. 

No início, esse desdobramento de tendência pode parecer confuso pois, muitos novatos carregam uma carga muito grande de pensamentos negativos sobre a bolsa de valores. Para ter sucesso é necessário mudar o paradigma de pensamento e se humilhar como um vendedor de tomate que, sem ajuda de gráficos, consegue viver comprando frutos na baixa e vendendo na alta. 

Respeite a Tendência

Isto mesmo, faz bem mudar de atitude e de modo de pensar sobre o mercado financeiro. Além, disso é importante ser flexível para poder opera em qualquer tempo que seja favorável. Destarte, para se operar bem, é importante obedecer os movimentos curtos e longos e, além disso, deve-se operar respeitando a predisposição psicológica e as condições da economia. Isto é se alguém não consegue esperar muito tempo para aproveitar os bons movimentos de longo prazo, aprenda a operar com ondas curtas. Todavia, respeite as tendências e as indicações gráficas, elas estarão sempre mais certa do que qualquer operador.

Depois de se identificar o próprio perfil e aceitar que nem todos estão preparados para operar no curto prazo, deve-se verificar quando os preços estão em tendência de alta. Quando, nem a tendência longa nem as curtas mostram uma direção firme, é melhor esperar do que arriscar e perder dinheiro. As condições estão sempre mudando e ninguém perde por esperar por uma boa oportunidade.

Os sinais nos movimentos Gráficos

É importante obedecer os sinais espelhados nos movimentos gráficos e esquecer os desejos e intuição. Não adianta especular sobre o que vai acontecer, pois os dados já dizem tudo e ninguém, mas ninguém, tem bola de cristal. A única coisa que sabemos é que não se perde dinheiro no longo prazo e se ganhar muito mais operando no curto prazo. Pode se observar que, se o preço recuou dentro de uma tendência de alta, independente do período sob observação, a probabilidade maior é que ele vai subir. Consequentemente, depois do preço subir dentro de uma tendência de baixa, prepare-se para vender, pois tudo indica que ele vai cair. Destarte, a própria natureza dos movimentos, permite-se operar obedecendo a tendência em qualquer período que seja favorável. Melhor ainda, como sabemos que, dentro de um movimento longo, existem muitos menores, pode-se robustecer as operações alinhando os movimentos. 

É isto mesmo, como dentro de movimentos longos temos movimentos menores vamos aproveitar as congruências dessas ondas para lucrar. Os preços sobem fazendo ziguezagues que, quando desdobrados, formam outros movimentos. Isso é maravilhoso! Existem tendências que duram algumas horas outras que duram dias. Assim, como dito, podemos escolher para operar seguindo prazos bem curtos, como horas ou até minutos,  ou com prazos maiores, acompanhando as tendências de dias ou semanas, sem contrariar as recomendações com a humildade do verdureiro. A tendência é sempre nossa amiga independente do intervalo escolhido para observa os preços. Assim, dificilmente vamos perder dinheiro quando compramos na baixa de uma tendência de uma hora ou quando adquirimos uma ação na baixa de uma tendência semanal.

Boa sorte, Prof-Metafix. Wisconsin  28 de novembro de 2019.

Professor Metafix
Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Próximo Post

Bandeiras e Flâmulas

O que é e como analisar esse padrão de formação gráfica.

Bandeiras e FlâmulasBandeiras e Flâmulas