ECOR3: Cotações Históricas : análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

Cotações Históricas

ECOR3: Cotações Históricas

O histórico de cotações de ECOR3 pode ser conferido no gráfico e nos dados da tabela abaixos.




ECOR3: Cotações Históricas (Gráfico)

Os dados deste gráfico ajudam a acompanhar as cotações históricas da ação ECOR3com informações até 500 pregões.

ECOR3: Cotações Históricas (Dados)

As cotações históricas já contemplam alguns ajustes diários automáticos de eventos corporativos (dividendos e juros sobre capital próprio), demais eventos corporativos como desdobramentos e agrupamentos são realizados de tempo em tempo, cabendo ao analista acompanhar esses eventos e considerá-los em suas análises e leitura dos dados. A tabela apresentará, os mesmos dados do gráfico dos últimos 31 pregões, mas de forma analítica, facilitando a leitura dos dados mais recentes.

Consulte as Cotações Históricas de outra Ação.
Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

 
Publicidade

Para apreciação de alguns e, talvez, irritação de outros, os gráficos e plataformas de operação são instrumentos valiosos para se acompanhar os mercados financeiros. Não consigo me afastar desses instrumentos...

A Bovespa divulga em seu site a volatilidade histórica dos ativos. Entretanto, para facilitar, criamos esta tabela onde é apresentada a volatilidade histórica dos principais ativos, de forma a permitir as comparações entre respectivos períodos e ativos.

Aproveito a oportunidade para esclarecer que o alinhamento automático serve pra mostrar com mais clareza a direção do mercado...

A frase de Charles Dow, “a tendência é tua amiga”, definiu para sempre como se deve operar num mercado de movimentos aleatórios ou incertos. Infelizmente, muitas vezes, a tendência do mercado contraria nosso desejo de operar a qualquer momento, como se o mercado estivesse sempre favorável a nossa pretensão de comprar ou de vender...

Sabemos que o problema da maioria das economias é o nível de endividamento. Enquanto esse problema não for equacionado, as economias não crescerão num ritmo suficiente para criar novos empregos. Até agora a China era considerada uma ilha de exceção. Entretanto, algumas notícias revelam um quadro um pouco preocupante. Os jornais noticiam uma crise de crédito...