CSNA3: Cotações Históricas : análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

Cotações Históricas

CSNA3: Cotações Históricas

O histórico de cotações de CSNA3 pode ser conferido no gráfico e nos dados da tabela abaixos.




CSNA3: Cotações Históricas (Gráfico)

Os dados deste gráfico ajudam a acompanhar as cotações históricas da ação CSNA3com informações até 500 pregões.

CSNA3: Cotações Históricas (Dados)

As cotações históricas já contemplam alguns ajustes diários automáticos de eventos corporativos (dividendos e juros sobre capital próprio), demais eventos corporativos como desdobramentos e agrupamentos são realizados de tempo em tempo, cabendo ao analista acompanhar esses eventos e considerá-los em suas análises e leitura dos dados. A tabela apresentará, os mesmos dados do gráfico dos últimos 31 pregões, mas de forma analítica, facilitando a leitura dos dados mais recentes.

Consulte as Cotações Históricas de outra Ação.
Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

 
Publicidade

A Bovespa divulga em seu site a volatilidade histórica dos ativos. Entretanto, para facilitar, criamos esta tabela onde é apresentada a volatilidade histórica dos principais ativos, de forma a permitir as comparações entre respectivos períodos e ativos.

Esta ferramenta permite escolher as melhores opções para as operações de venda coberta (lançamento coberto - financiamento).

O processo de escolher uma ação tem uma distinção duvidosa de ser bom ou ruim. A nossa formação religiosa cultural impede de se fazer uma avaliação isenta dos preconceitos que carregamos desde a infância. Por outro lado, os grafistas e fundamentalistas não se entendem. Certo é que, se alguém deseja ganhar dinheiro deve...

Estudo que visa indicar onde estão concentrados os grandes investidores ajudando na direção de posições. Veja a força dos Comprados e Vendidos nas Opções da PETR4

Sabemos que o problema da maioria das economias é o nível de endividamento. Enquanto esse problema não for equacionado, as economias não crescerão num ritmo suficiente para criar novos empregos. Até agora a China era considerada uma ilha de exceção. Entretanto, algumas notícias revelam um quadro um pouco preocupante. Os jornais noticiam uma crise de crédito...