Triângulo de Baixa (descendente) Ações Opções Análise Técnica Investimentos: análise técnica, como investir na bolsa de valores (Bovespa)

Triângulo de Baixa (descendente)

Triângulo de Baixa ou
Triângulo Descentente

Como analisar essa formação gráfica da análise técnica - (curso de análise gráfica)

A formação em triângulo descendente é uma formação tipicamente bearish que se forma numa tendência de baixa.
Em termos de padrão, a formação em triângulo descendente é constituída pelos seguintes elementos:

Clique na imagem para Ampliar
[...TEXTO da IMAGEM...]

Linha Horizontal Inferior: neste gráfico padrão deverão existir pelo menos dois pontos de mínimos que unidos constituem uma linha horizontal. Esses pontos deverão ter uma cotação aproximada e alguma distância entre eles. No período de tempo que os separa deverá existir um ponto de máximo

Linha de tendência de baixa: deverão existir dois pontos de máximos de cotação sucessivamente inferiores no tempo, que unidos constituem uma linha de tendência de baixa

Duração da formação: o período de tempo abarcado por este gráfico padrão poderá ir de algumas semanas até vários meses

Volume: tipicamente, à medida que se vai evoluindo no tempo, o volume vai diminuindo até ao ponto em que surge o ponto de fuga. Nessa situação, se o volume aumentar significa que o ponto de fuga está confirmado.

Preço algo (price target): a partir do momento em que o ponto de fuga se confirma, o preço algo obtém-se subtraindo ao valor da linha horizontal a diferença entre a cotação máxima do triângulo e a linha horizontal

Para melhor compreender estes princípios analisemos o seguinte gráfico:

Clique na imagem para Ampliar
analise grafica, curso, triangulo de baixa, padroes graficos

Os pontos 1, 3 e 5 constituem os mínimos que unidos formam a linha de suporte. A ligação entre os pontos 2, 4 e 6 forma a linha de tendência descendente. Note-se que no momento em que a linha de suporte é penetrada (ponto de fuga), o volume aumenta rapidamente significando que o ponto de fuga não é falso. Em termos de preço algo, após o ponto de fuga, a linha de resistência situa-se nos 36 Euros. A Linha 9 vale sensivelmente 9 Euros. Subtraindo à cotação da linha horizontal (45 Euros) os 9 Euros obtemos o preço algo dos 36 Euros.

Seu nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Sua mensagem (opcional):
Nome: Seu Email: (não será Publicado)
Site: (opcional)
Nofiticar por e-mail novos comentários neste tópico.

 
Publicidade

Jesse Livermore talvez seja o especulador mais conhecido do mercado americano. Muitos especuladores já incorporaram as lições dele porque elas são lógicas e fazem sentido. Com muita paciência ele só entrava na hora certa como uma serpente que sabe dar o bote, mas não sai correndo atrás da presa.

Aproveito a oportunidade para esclarecer que o alinhamento automático serve pra mostrar com mais clareza a direção do mercado...

Sabemos que o problema da maioria das economias é o nível de endividamento. Enquanto esse problema não for equacionado, as economias não crescerão num ritmo suficiente para criar novos empregos. Até agora a China era considerada uma ilha de exceção. Entretanto, algumas notícias revelam um quadro um pouco preocupante. Os jornais noticiam uma crise de crédito...

Existe uma discussão acirrada entre aqueles que acreditam que a bolsa de valores é um cassino, e os que acham que não. A verdade é que tanto a bolsa como o cassino são bem parecidos por dois motivos; ambos trabalham com probabilidade, e os dois provocam transferência de renda entre os parceiros de negócio. Entretanto...

Considero o alinhamento automático a forma mais segura para entender o movimento dos preços das ações. No último artigo desta série prometi que usaria alguns gráficos para ilustrar essa metodologia. Alinhando os movimentos com os gráficos, podemos eliminar as contradições que muitas vezes ocorrem entre os movimentos de preços de períodos diferentes e enganam o operador.